sábado, 7 de março de 2009

CHAGALL

Para quem conhece Chagall e gosta da sua pintura "de garridice", sabe certamente que ele nasceu em 1887 de uma pobre familia de judeus . Conseguiu ver ainda em 1973 a inauguração de um Museu em Nice - Musée Message Biblique Marc Chagall - uma homenagem decorrente da importância da sua pintura eclesiástica. Morreu em 1985 com a linda idade de 97 anos.Mas porque é que me lembrei disto ? Porque no início deste caminho de "intervenções" quero homenagear um poema feito um dia por alguém, com base neste mesmo Chagall, e que o dedicou a outro alguém algures. Sabe-se lá porquê...
Para não ficarem curiosos, digam lá se não se sente q.b. um sentimento de entrega espiritual ?

Retrato de Corpo Inteiro

O "décor" é um Chagall de garridice,
Vermelhos papoila em verdes viçosos.
Há tagarelice,
Há bulício a rodos,
Sonho, fantasia,
Está tudo lá.
Entrega, alegria
E no ar, lilás de jacarandá.
Nela enlaça-se no cabelo um vigor dourado
E há feitiço no sorriso
Das palavras ditas e não ditas.
Emoldurado a encarnado vivo, bem vincado
Plasma virtuoso as coisas interditas.
Às vezes inquieta-se-lhe o olhar sempre tão terno
E vê-se nele o balouçar do coração,
Ora sereno, ora apressado,
Compassado, perturbado,
Não há "Kodak" que fixe isto, não!
Aflora-lhe à face um rubor meigo
Subtis chamas dançam-lhe no peito
De emoção que todo o corpo invade.
E é tal o enleio,
Tal o feitiço,
Que me leva a um tempo sem idade...

Então, gostaram ?
Tinha ou não tinha razão quando disse que se sentia aqui uma entrega espiritual ?
Até jáá!!!

1 comentário:

  1. É lindo!
    Vamos ver se consigo que este comentário seja siga.
    Bjc

    ResponderEliminar